Pesquisar este blog

segunda-feira, 15 de abril de 2013

TDAH e a Segurança do Trabalho

     

      O que é TDAH ?

     Esta pergunta para muitos é uma realidade, visto a carência de informação  sobre este tema no meio da Segurança do Trabalho.

     "É um transtorno neurobiológico, de causas genéticas,  caracterizado pela tríade de Hiperatividade, Desatenção e Impulsividade que tendem frequentemente a acompanhar o indivíduo a vida toda, em mais da metade dos casos.

    O diagnóstico é essencialmente clínico. Isso quer dizer que não existem exames complementares  que possam confirmar ou afastar a doença, apesar de já existirem estudos, em grandes centros de pesquisa no mundo, através de ressonância magnética funcional e estudo genético.

    O impacto desse transtorno na sociedade é enorme, considerando-se seu alto custo financeiro, o estresse nas famílias, o prejuízo nas atividades acadêmicas e vocacionais, bem como efeitos negativos na auto-estima das crianças e adolescentes.

    Em mais da metade dos casos o transtorno acompanha o indivíduo na vida adulta.

    Embora os sintomas de hiperatividade diminuam com a idade, os sintomas relacionados à capacidade de atenção e concentração tendem a piorar.

    No adulto observamos sérios problemas com as funções executivas.

  Tais funções são responsáveis por nossa capacidade de planejamento, organização, execução de tarefas, conferência, análise, síntese e avaliação dos resultados de tudo o que fazemos em nossas vidas.

   O portador, em muitas ocasiões, pensa, não planeja, começa a executar determinado trabalho, não confere....e colhe os prejuízos de uma atitude impulsiva!"

                                  Fonte: http://www.menteconfiante.com/#!transtornos

    Conheça mais também no site: http://www.tdah.org.br/

    Parece fácil lidar, mais não é ! 

    Onde então o TDAH interfere na Segurança do Trabalho ?

    Eis a questão. Como já descrito acima, devido a um não tratamento, temos  em muitas Empresas, portadores de TDAH sofrendo discriminações, recebendo títulos de preguiçosos, problemáticos entre vários outros.

    O fato é que muitas pessoas não sabem que possuem esse Transtorno e acabam perecendo com as Comorbidades que irão acompanhar e agravar mais  a condição mental daquele funcionário.

     Acidentes, treinamentos sem um resultado satisfatório, processos em que verifica-se um excelente profissional, porém com atitudes e problemas que não são de entendimento de muitas Chefias.

   Se é péssimo para a pessoa é ruim para a Empresa, pois afeta todos aqueles que convivem com este portador.

     Vejamos por exemplo os Programas de "Comportamento Seguro" onde tem o principal foco em promover a conscientização e a mudança de comportamento; como fica o portador de TDAH neste caso, se a empresa nem sabe o que é, para identificar quem é ?


     Lidar com a base comportamental envolve abrir a "caixa de pandora", pois estamos lidando com elementos que necessitam de profissionais especializados no suporte em conjunto com o SESMT.

       
    Não existe cura para o TDAH, exite sim tratamento adequado para o portador e para a família, bem como deverá existir a conscientização do Empregador em entender que aquele funcionário possui potenciais mesmo sendo um portador de TDAH.

     Em minha experiência, não identifiquei até o momento, uma Empresa que tenha um Programa que contemple a identificação e tratamento para funcionários portadores de TDAH, pois ainda existem discriminações, informações errôneas de profissionais sem base técnica para tratar do assunto, seja clinicamente, seja publicamente.

     Como então introduzir em um "Programa de Comportamento Seguro" esse olhar diferenciado ?

       Entenda mais sobre este assunto procurando profissionais especializados, por exemplo no site 


       Como profissional em Segurança do Trabalho, inserir um estudo desse porte em sua Empresa pode promover uma grande diferença em relação a acidentes, inúmeras condições inseguras e qualidade de vida.