Pesquisar este blog

terça-feira, 30 de abril de 2013

Além da Segurança do Trabalho

    
     A alguns anos exercer a atividade como profissional em Segurança do Trabalho estava em avaliar e promover meios que permitissem a execução de uma atividade segura, sem acidentes.

     Mais de 3 décadas após a publicação da Lei 6.514/77 e da Portaria 3.214/78, a busca por condições de trabalho seguro vem evoluindo, por meio dos EPC - Equipamentos de Proteção Coletiva, EPI - Equipamentos de Proteção Individual, Leis, Normas, novas Tecnologias e novos conceitos  de trabalho.

       Então, além da Segurança do Trabalho, o que temos mais ?

     Temos uma grande defasagem entre o Sistema de Ensino e a condição atual existente no mercado de trabalho, onde a tríade: Escola - Professor - Aluno ainda são os responsáveis por lutarem em reverter essa condição.

      Hoje o profissional em Segurança do Trabalho está a frente de um novo panorama, que envolve a necessidade de conhecimentos de gerenciamento, logística, produção, enfim, expandir seu universo com o estudo de outras áreas além da Segurança do Trabalho e assim adquirindo conhecimentos além dos que obteve em sua formação profissional.


 
      Vejamos por exemplo aqueles profissionais que estão sempre solicitando em Grupos de Discussão os "Modelos de PPRA".

     As solicitações em muitas das vezes vem daquele profissional que necessita elaborar um PPRA para um segmento, sendo que é a primeira vez que está se deparando com este.

        Como a NR-9 já apresenta toda estrutura para a elaboração do PPRA, entende-se que o profissional que solicita "Modelos", na verdade, não tem conhecimento para elaborar um PPRA, utilizando através desta prática, a cultura do "Ctrl C e Ctrl V".

       Além da Segurança do Trabalho vem apontar para um olhar mais expandido sobre o profissional, de modo que o mesmo faça uma "auto análise" e identifique suas limitações, montando uma grade e um planejamento para suprir estas limitações dentro de um prazo exequível e lógico.

     Manter-se atualizado e principalmente "diferenciado" no mercado de trabalho exige muito mais que conhecer Segurança do Trabalho. 

         Cabe ao profissional expandir sua grade de conhecimentos através das variáveis que forem se apresentando nos segmentos de trabalho em que estiver inserido, lembrando-se que "conhecimento nunca é demais".

       Por fim, ainda ter a postura de oferecer a ajuda para aqueles outros profissionais que iniciam a profissão.

        Para melhor ilustrar, uma vez fui abordado por um colega que me fez um questionamento.

        - Por que você passa seu material para todo mundo ?


        - O que tem de mais, respondi.


        - Mais assim você estará passando informações e material para mais um concorrente, disse ele.


        Então fiz uma analogia sobre o questionamento da seguinte forma.


        - Digamos que eu lhe entregue todo o meu material impresso e digital, livros, etc.


         - Seria como se você acabasse de receber uma Ferrari.


        - Inicialmente você não acreditaria, mais estava ali na sua mão a chave e a Ferrari está estacionada lá fora te esperando.


        - É pura felicidade que você passa em ver tudo isso na sua frente.


        - Você abre o carro, observa todos os detalhes, vibra.


      - Coloca a chave na ignição e para maior felicidade o ronco do motor confirma: Estou com um carrão !

        - Porém, ao tentar andar, acontece o inesperado.


        - A Ferrari não se movimenta, apesar de todos os recursos e esforços.


       Onde está então o problema ?


       O problema está simplesmente na condição de que, você tem uma Ferrari  (seria todo o material que mencionei), mais não sabe pilotar a mesma, pois para isso necessita ter o Conhecimento.


      Então, este Conhecimento é que faz a grande diferença e o mesmo é conquistado por meio da "Vivência" e da "Experiência".


       Voltando para o meu colega, disse:


        - Entendeu a história ?


        - De que adianta você ter todo meu material mais não saber utilizá-lo.


        Da mesma forma, existem duas condições, além do material, que irão sempre te diferenciar no mercado de trabalho, sua Vivência e sua Experiência, pois elas são únicas e não há meios de outra pessoa adquirir de você, pois existe ainda a forma de aplicação, pois cada profissional tem o seu próprio processo de visão e trabalho.

       Não vejo então, para quem eu passo meu material como um concorrente, mais vejo sim como mais um "Parceiro".