Pesquisar este blog

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Até onde estamos Seguros ?



          Hoje o Brasil está de Luto !
     
        A cada tragédia são abertas inúmeras discussões quanto a Fiscalização, atendimento as Normas de Segurança, Recursos e Materiais apropriados a serem empregados nos estabelecimentos.

      Os fatos que propiciaram a tragédia de Santa Maria - RS ainda serão apurados, mesmo assim, a mídia aponta informações de relevância quanto a critérios de segurança.

     Temos hoje uma sociedade onde ainda para alguns casos impera a facilidade em se obter "vantagens" que reduzam custos para muitas Empresas e Estabelecimentos, seja por meio de Laudos "facilitadores", "liberações" indevidas e o pior de tudo a "Inépcia" de Órgão Públicos Municipais, Estaduais e até Federais.

        Sempre nos deparamos com estes problemas em tragédias, enchentes (vide o caso ocorrido em Xerém - RJ), sejam de grande ou pequena repercussão.

     Dentro deste panorama, ações pontuais serão apresentadas e implantadas e mesmo assim para alguns a situação não irá se alterar enquanto não houver uma mudança na sociedade, também dos profissionais e dos Políticos.

     Cabe então abrir outra outra reflexão que em virtude desta tragédia e de tantas outras, temos em nosso dia a dia outros estabelecimentos públicos que também devem ser inspecionados e verificados quanto a estarem atendendo os requisitos de segurança.

      Em especial, cabe um que notoriamente devemos nos ater, que são as Escolas / Escolas Técnicas / Universidades / Faculdades , sejam Públicas ou Particulares, onde a simples existência de extintores de incêndio não é suficiente para garantir uma segurança aos seus usuários.

       Vejamos alguns pontos a serem verificados:

           1. Programa de Proteção de Combate a Incêndio (PPCI);

           2. Possui número e tipo de extintores suficientes para atender o local;

           3. Existem pessoas treinadas para o uso destes extintores;

           4. Possui Hidrantes ou outros dispositivos de Combate a Incêndio;

           5. Existem pessoas treinadas para o uso destes;

           6. Existem recursos para abando de área adequados conforme a 
               legislação;  

           7. Os funcionários estão treinados em caso de emergência;

           8. Qual a garantia de segurança que o Estabelecimento / Empresa te 
               oferece;

           9. Possui um profissional em Segurança do Trabalho;

          10. Possui CIPA e/ou Brigada de Incêndio;

          11. Existem sinalização e dispositivos indicativos para caso de 
               necessidade de abandono do local;

      Esta análise crítica seria o ponto de partida para se fomentar outros tipos de questionamentos que direta ou indiretamente irão promover a Segurança do Estabelecimento / Empresa.

      Por fim cabe uma reflexão de não nos mantermos inertes quanto a um fato, devendo sim tomá-lo como "star up" para desencadearmos uma ação maior para a Segurança como um todo.