Pesquisar este blog

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Planejar a Atividade de Trabalho

          Para muitos profissionais em Segurança do Trabalho, uma das grandes dificuldades quando está iniciando na área é a organização da forma de trabalho a ser aplicada.

           O que Fazer ?

           Por onde começar ?
           

          Independente do segmento de trabalho, essa dificuldade aflige e cria inúmeras dúvidas.

     Inicialmente, em relação a este problema, alguns fatores são responsáveis.

           1. A formação do profissional foi deficiente;

           2. O profissional se encontra estagnado, ou seja, não está atualizado 
               em relação ao mercado de trabalho; 

           3. O profissional possui Acervo pobre ou inexistente.

             Neste panorama, o que se deve fazer ?

          Cabe a iniciativa de suprir estas deficiências, além de identificar outras existentes e também suprí-las.

           Deixar a postura de ser mais um profissional da geração Ctrl "C" e Ctrl "V".

            Dentro deste panorama, deixo um pequeno roteiro que poderá ajudar.

            1. Verifique as NR´s aplicáveis em sua empresa;

            2.  Faça um levantamento e uma análise quanto a estar ou não 
                 atendendo os itens;

            3. Prepare um Plano de Ação de forma a sanar os Desvios, dentro de 
                um prazo possível;

            4. Monte uma Planilha e insira estes dados para que seu controle                       seja mais eficaz;

            5. Envolva todos aqueles que direta ou indiretamente tenha contato                   com as ações programas;

             6. Efetue uma revisão sempre que possível, após a conclusão deste
                 trabalho.

            Por fim, "Trabalhe em Equipe" pois esta é a fórmula para que todo este trabalho seja um sucesso.
     
              Para reflexão, segue um pequeno texto.

              ACEITE AS MUDANÇAS E CRESÇA

Para muitos, a simples menção desta palavra provoca uma aceleração dos batimentos cardíacos e mãos suadas. Aprendemos cedo na vida que mudanças devem ser evitadas, e que devemos ficar dentro da nossa zona de conforto – a zona de comportamento onde sentimo-nos seguros e protegidos. Tentar fazer algo novo é geralmente encarado com ansiedade, muitas vezes até mesmo com desespero. Como resultado, acabamos estabelecendo rotinas, insatisfatórias mas familiares, optando por um inferno conhecido ao invés de descobrir novas oportunidades.


Então, de que temos medo, afinal? Segundo Jeffrey Keller, da Attitude is Everything, é porque temos medo de falhar se fizermos algo diferente, ou que as pessoas rirão de nós, ou que desaprovarão nossos atos. Estes medos, embora formidáveis, certamente podem ser contornados.

Será que o que estamos dizendo aqui é que você tem que mudar radicalmente a sua vida? Só você tem as respostas. Não é necessário fazer grandes transições imediatamente. O crucial é você estar disposto a viajar por novos caminhos, pois, sem isso, você nunca terá a chance de reconhecer todo seu verdadeiro potencial.